Tamar: uma mulher que não abriu mão de seus direitos.

13 06 2009

Judá e Tamar

No capítulo 38 de Gênesis vemos que abre-se um parênteses na história de José, iniciada no capítulo 37, que termina com a venda de José a Potifar, já no Egito. No capítulo 38 lemos:

Gênesis 38

1 ¶ E aconteceu no mesmo tempo que Judá desceu de entre seus irmãos e entrou na casa de um homem de Adulão, cujo nome era Hira,
2 E viu Judá ali a filha de um homem cananeu, cujo nome era Sua; e tomou-a por mulher, e a possuiu.
3 E ela concebeu e deu à luz um filho, e chamou-lhe Er.
4 E tornou a conceber e deu à luz um filho, e chamou-lhe Onã.
5 E continuou ainda e deu à luz um filho, e chamou-lhe Selá; e Judá estava em Quezibe, quando ela o deu à luz.
6 Judá, pois, tomou uma mulher para Er, o seu primogênito, e o seu nome era Tamar.
7 Er, porém, o primogênito de Judá, era mau aos olhos do SENHOR, por isso o SENHOR o matou.
8 Então disse Judá a Onã: Toma a mulher do teu irmão, e casa-te com ela, e suscita descendência a teu irmão.
9 Onã, porém, soube que esta descendência não havia de ser para ele; e aconteceu que, quando possuía a mulher de seu irmão, derramava o sêmen na terra, para não dar descendência a seu irmão.
10 E o que fazia era mau aos olhos do SENHOR, pelo que também o matou.
11 Então disse Judá a Tamar sua nora: Fica-te viúva na casa de teu pai, até que Selá, meu filho, seja grande. Porquanto disse: Para que porventura não morra também este, como seus irmãos. Assim se foi Tamar e ficou na casa de seu pai.
12 ¶ Passando-se pois muitos dias, morreu a filha de Sua, mulher de Judá; e depois de consolado Judá subiu aos tosquiadores das suas ovelhas em Timna, ele e Hira, seu amigo, o adulamita.
13 E deram aviso a Tamar, dizendo: Eis que o teu sogro sobe a Timna, a tosquiar as suas ovelhas.
14 Então ela tirou de sobre si os vestidos da sua viuvez e cobriu-se com o véu, e envolveu-se, e assentou-se à entrada das duas fontes que estão no caminho de Timna, porque via que Selá já era grande, e ela não lhe fora dada por mulher.
15 E vendo-a Judá, teve-a por uma prostituta, porque ela tinha coberto o seu rosto.
16 E dirigiu-se a ela no caminho, e disse: Vem, peço-te, deixa-me possuir-te. Porquanto não sabia que era sua nora. E ela disse: Que darás, para que possuas a mim?
17 E ele disse: Eu te enviarei um cabrito do rebanho. E ela disse: Dar-me-ás penhor até que o envies?
18 Então ele disse: Que penhor é que te darei? E ela disse: O teu selo, e o teu cordão, e o cajado que está em tua mão. O que ele lhe deu, e possuiu-a, e ela concebeu dele.
19 E ela se levantou, e se foi e tirou de sobre si o seu véu, e vestiu os vestidos da sua viuvez.
20 E Judá enviou o cabrito por mão do seu amigo, o adulamita, para tomar o penhor da mão da mulher; porém não a achou.
21 E perguntou aos homens daquele lugar, dizendo: Onde está a prostituta que estava no caminho junto às duas fontes? E disseram: Aqui não esteve prostituta alguma.
22 E tornou-se a Judá e disse: Não a achei; e também disseram os homens daquele lugar: Aqui não esteve prostituta.
23 Então disse Judá: Deixa-a ficar com o penhor, para que porventura não caiamos em desprezo; eis que tenho enviado este cabrito; mas tu não a achaste.
24 ¶ E aconteceu que, quase três meses depois, deram aviso a Judá, dizendo: Tamar, tua nora, adulterou, e eis que está grávida do adultério. Então disse Judá: Tirai-a fora para que seja queimada.
25 E tirando-a fora, ela mandou dizer a seu sogro: Do homem de quem são estas coisas eu concebi. E ela disse mais: Conhece, peço-te, de quem é este selo, e este cordão, e este cajado.
26 E conheceu-os Judá e disse: Mais justa é ela do que eu, porquanto não a tenho dado a Selá meu filho. E nunca mais a conheceu.
27 E aconteceu ao tempo de dar à luz que havia gêmeos em seu ventre;
28 E sucedeu que, dando ela à luz, que um pôs fora a mão, e a parteira tomou-a, e atou em sua mão um fio encarnado, dizendo: Este saiu primeiro.
29 Mas aconteceu que, tornando ele a recolher a sua mão, eis que saiu o seu irmão, e ela disse: Como tu tens rompido, sobre ti é a rotura. E chamaram-lhe Perez.
30 E depois saiu o seu irmão, em cuja mão estava o fio encarnado; e chamaram-lhe Zerá.

Interessante notar que, logo no primeiro versículo, lemos que Judá se separou de sua família. Pelo momento que a história é contada – logo após terem vendido seu irmão – podemos supor que ele tenha preferido se afastar para não ter que conviver com o sofrimento de seu pai e sobretudo por causa da mentira que ocultava.

Naquela época, uma viúva sem filhos teria sérios problemas na vida. Ela estaria condenada à mendicância após a morte de seus pais, pois o marido era responsável pelo sustento e o filho, pela garantia da herança. Após a morte de seu esposo, Tamar lutou pelo seu “direito de ter um filho” e sobretudo garantir os direitos de Er, seu esposo, em ter o seu nome preservado através de um descendente. Em tais situações, era dever do cunhado perpetuar a linhagem de seu irmão falecido (lei do levirato) e a também prover o sustento e as necessidades da viúva.

Cumprindo-se a lei do levirato, Judá entrega Tamar a Onã, seu filho do meio. Por essa lei, o cunhado só poderia ter relações para gerar um herdeiro para o irmão falecido, sendo que após  a concepção, ela seria novamente viúva e não poderia mais ter relações. Onã porém agiu com mesquinhez, primeiro porque não queria ter que dividir sua herança com o filho que nasceria da cunhada (e a herança do primogênito, ou seja, do filho mais velho que faleceu, era dobrada). Segundo, porque queria continuar mantendo relações. Então ele usou-se de um artifício para não engravidar a cunhada – derramava o sêmen na terra. Tal atitude custou-lhe a vida.

Entretanto, para Judá e sua esposa o problema não estava nos filhos – estava em Tamar. Já percebeu como nós temos a tendência de culpar outros pelos nossos problemas? Como é difícil para nós analisar uma situação de maneira imparcial e reconhecer que a culpa não está em outras pessoas, mas em nós mesmos? É muito mais fácil jogar a culpa no demônio do que assumir que o problema está em nós. Vemos isso muito claramente no versículo 11. Judá não estava disposto a fazer cumprir a lei do levirato, entregando o filho mais novo para Tamar – ele achava que, de alguma forma, ela era a responsável pela morte de seus dois filhos mais velhos.

Entretanto, a lei do levirato prevê que, para continuar uma linhagem, o próprio pai poderia gerar filho com sua nora – e Judá sequer cogitou essa solução. Foi essa lei que as filhas de Ló utilizaram para gerar filhos para seu pai, uma vez que achavam que não havia mais ninguém na terra além deles.

Judá manda, no versículo 11, Tamar de volta para a casa de seus pais, prometendo que assim que o filho mais novo estivesse na idade de casar, ele a chamaria.

O tempo foi passando e ficou claro para Tamar que, se dependesse de Judá, ela estaria condenada a ser uma viúva sem filhos. Mas ela tinha direitos, e não abriu mão deles. Depois da morte da sogra, conhecendo os hábitos do sogro, ela colocou em prática uma estratégia ousada: se fez passar por uma prostitua cultual. O que era uma prostituta cultual? As prostitutas cultuais eram usadas nos cultos de fertilidade no Oriente Médio. Nesses cultos acreditava-se que a colheita e os rebanhos eram aumentados pelo intercurso ritual com as prostitutas de certas deusas como Aserá, Asterote e Anate. Elas normalmente cobriam o rosto, pois acreditava-se que as próprias deusas “encarnavam” nessas mulheres.

Tamar havia pensado em todos os detalhes. Ela sabia que sua vida estaria em risco quando sua barriga começasse a crescer e os fofoqueiros de plantão (não se preocupe, eles são mais antigos que a profissão de prostituta) levassem a notícia a Judá. Como não havia exame de DNA na época, ela precisaria provar quem era o pai da criança, sem deixar sombra de dúvida. Ela então fica com alguns pertences de Judá, como penhor: o selo, o cordão e o cajado.

Quando a notícia chegou a  Judá (v.24), sua reação foi a esperada: “Queimem a vagabunda!”. Veja como a notícia chegou: “tua nora adulterou e eis que está grávida do adultério“. Cuidado com as notícias que você recebe! Eles nem se deram ao trabalho de saber quem era o pai ou se porventura ela havia sido violentada. O julgamento já havia sido dado – ela adulterou e ponto. Pior ainda – eles nunca se importaram em interceder por Tamar junto a Judá para que ele lhe enviasse o filho menor. Eles estavam prontos para criticar, acusar mas não para ajudar. Infelizmente, o quadro hoje não é muito diferente…

Em sua sabedoria, Tamar espera o momento certo para “esfregar o exame de DNA na cara de Judá”. E o reconhecimento de paternidade por parte dele, declarando ter sido ela mais justa que ele mesmo. Essa mulher admirável, que não aceitou abrir mão do que era seu por direito.

Agora, vejamos o que ocorria no mundo espiritual. Em Gênesis 49 lemos:

8 ¶ Judá, a ti te louvarão os teus irmãos; a tua mão será sobre o pescoço de teus inimigos; os filhos de teu pai a ti se inclinarão.
9 Judá é um leãozinho, da presa subiste, filho meu; encurva-se, e deita-se como um leão, e como um leão velho; quem o despertará?
10 O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.
11 Ele amarrará o seu jumentinho à vide, e o filho da sua jumenta à cepa mais excelente; ele lavará a sua roupa no vinho, e a sua capa em sangue de uvas.
12 Os olhos serão vermelhos de vinho, e os dentes brancos de leite.

O que ocorreu no capítulo 38 foi uma tentativa do inimigo em fazer cessar a descendência da qual viria o Messias (Siló). O evangelho de Mateus inicia assim:

Mateus 1

1 ¶ Livro da geração de Jesus Cristo, filho de Davi, filho de Abraão.
2 Abraão gerou a Isaque; e Isaque gerou a Jacó; e Jacó gerou a Judá e a seus irmãos;
3 E Judá gerou, de Tamar, a Perez e a Zerá; e Perez gerou a Esrom; e Esrom gerou a Arão;
4 E Arão gerou a Aminadabe; e Aminadabe gerou a Naassom; e Naassom gerou a Salmom;
5 E Salmom gerou, de Raabe, a Boaz; e Boaz gerou de Rute a Obede; e Obede gerou a Jessé;
6 E Jessé gerou ao rei Davi; e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias.
7 E Salomão gerou a Roboão; e Roboão gerou a Abias; e Abias gerou a Asa;
8 E Asa gerou a Josafá; e Josafá gerou a Jorão; e Jorão gerou a Uzias;
9 E Uzias gerou a Jotão; e Jotão gerou a Acaz; e Acaz gerou a Ezequias;
10 E Ezequias gerou a Manassés; e Manassés gerou a Amom; e Amom gerou a Josias;
11 E Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para babilônia.
12 E, depois da deportação para a babilônia, Jeconias gerou a Salatiel; e Salatiel gerou a Zorobabel;
13 E Zorobabel gerou a Abiúde; e Abiúde gerou a Eliaquim; e Eliaquim gerou a Azor;
14 E Azor gerou a Sadoque; e Sadoque gerou a Aquim; e Aquim gerou a Eliúde;
15 E Eliúde gerou a Eleázar; e Eleázar gerou a Matã; e Matã gerou a Jacó;
16 E Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.
17 De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e desde Davi até a deportação para a babilônia, catorze gerações; e desde a deportação para a babilônia até Cristo, catorze gerações.

Interessante notar que Tamar está entre as três únicas mulheres que aparecem na genealogia de David e, por consequência, de Jesus. As outras, Raabe uma ex-prostitua e Rute, uma moabita.

Não abra mão daquilo que é seu por direito. Se você recebeu um sonho, uma promessa de Deus, não desanime, não deixe que as situações contrárias lhe façam desistir. Mesmo que, à semelhança de Tamar, joguem a culpa do fracasso sobre você, não permita que isso lhe lance sobre o marasmo e a depressão. Conheça seus direitos. Faça-os valer. Deus lhe dará sabedoria e estratégia para conquistar aquilo que é seu por direito.

Creio que se Tamar tivesse um hino, seria muito semelhante à música “Se tentaram matar os teus sonhos”, de Ludmila Ferber:

Se tentaram matar os seus sonhos
sufocando o seu coração
se lançaram você numa cova
e ferido perdeu a visão
se tentaram matar os seus sonhos
sufocando o seu coração
se lançaram você numa cova
e ferido perdeu a visão
Não desista não pare de crer
os sonhos de deus jamais vão morrer
não desista não pare de lutar
não pare de adorar
levanta os teus olhos e vê
deus está restaurando os seus sonhos
e a sua visão
Recebe a cura
recebe a unção
unção de ousadia
unção de conquista
unção de multiplicação

About these ads

Ações

Informação

19 respostas

2 01 2011
Os números de 2010 « Palavra Viva

[...] Tamar: uma mulher que não abriu mão de seus direitos. junho, 2009 [...]

26 12 2011
sebastiao gomes da silva

que coisa maravilhosa

26 12 2011
sebastiao gomes da silva

aprendi muito com esta mensagem, obrigado

5 02 2012
MEIRE

OBRIGADO, SENHOR, PELA MENSAGEM QUE ME FAZ CONTINUAR ACREDITANDO QUE A MINHA FAMILIA TODA SERÁ SALVA E SERVIRÁ O SENHOR JESUS, SEMPRE.

24 05 2012
Washington David

Que o nosso Deus seja louvado.
Estava aqui fazendo meu devocional (relacionamento com Deus através da Bíblia, meditação e oração.)
E não tinha entendido o Cap. 38 de Gêneses. Venho pra Internet e mim deparo com um resumo edificante. Deus seja Louvado

17 11 2012
Luiz Júnior

Glória a Deus mensagem ungida.

7 05 2013
Rb

lindo gostei imenso e a também a respeito dos homens que estiveram na vida de tamar foram três que coencidem com a morte e ressurreição de Cristo o 1 e o 2 morreram os dois dias que Jesus permaneceu morto e o 3 que é Judá que consiguiu que ela gerace uma vida a ressurreição no 3 dia! !…

18 04 2014
Talita

Oi bela comparação! Nós do grupo do jovens vamos explicar livro de Gênesis e eu peguei pra explicar do capítulo 37 ao 43, mas não estava entendo o 38 e vim buscar uma explicação aqui, e realmente esclareceu, agora poderei passar para eles sem medo de errar, e sua comparação tbm!

18 05 2013
pr.lubalo

Que deus abençoe muito , e que esta mensagem seja para edificação daqueles que compartilharem este estudo. e como exemplo foi a vida de tamar que não abriu mao do seu direito, e o mau exmplo foi o de juda que perdeu o selo , o cordão e o cajado.

18 07 2013
luis

para juda o que significava seu selo,cordao eo cajado

19 07 2013
luis

gostei muito desse contato que tive com voces ; pois estou tendo oportunidades de pregar na igreja e gostaria de aprendeder muito mais se voces pudesse mim mandar alguns estudos ficaria muito feliz pode ser qualquer passagem um abraço e a paz do senhor jesus cristo

9 08 2013
Celso

Uma outra forma de interpretar o texto bíblico em apreço é: um erro leva a outro até virar uma bola de neve. Ou seja, Judá errou em se afastar de sua família e pegar para si uma mulher que não era de sua parentela, depois a sequencia de erros se seguem, Er faz o que não é agradável a Deus, Onã idem, até chegar ao engano de Tamar sobre Judá e mais uma vez Judá errou ao se deitar com uma pseudo prostituta.

10 08 2013
fsalaverry

Para ver como a graça de Deus é fantástica. Apesar de tantos erros, Tamar aparece na genealogia do Senhor Jesus. Essa é uma das coisas que mais me apaixonam na Bíblia – primeiro, porque ela não esconde nada, não joga nenhuma sujeira debaixo do tapete, por assim dizer; segunda, porque a graça de Deus se mostra nas situações que nós, seres humanos, condenaríamos. Glória a Deus por sua maravilhosa graça!

14 09 2013
teresa raquel

Eu amo a história de Judá e Tamar.

29 09 2013
Paulo Lopes Lopes

maravilhoso este relato– AMEM

29 01 2014
Claudio

Deus seja louvado na alturas, glória a Deus!

12 02 2014
Nathália

O seu texto é a pura palavra de Deus!
Estou fazendo um trabalho sobre as mulheres da genealogia de Jesus, e já tinha colocado em quadros os principais aspectos da vida de Tamar, o seu texto diz tudo aquilo que eu coloquei, só que ainda melhor.

Obrigada por deixar o Espírito Santo te usar!

Essa é uma história difícil para muitas pessoas, mas, nela Deus nos mostra que precisamos lutar pela nossa benção.

OBS: São 5 mulheres na genealogia de Jesus: Tamar, Raabe, Rute, A que foi mulher de Urias(Bate-Seba) e Maria.

23 02 2014
Sara Scarparo

Amém! Muito bom o texto, veio na hora certa. Eu tava lendo a passagem e fiquei muito curiosa, pq foi interrompida a história de José pra falar sobre Judá e Tamar neste capítulo. O que me deixa mais fascinada é que tudo o que está escrito na Bíblia tem um propósito. Não podemos lê-la como se fosse um livro qualquer. Que possamos a cada dia mais descobrir os segredos que Deus tem pra nós.

13 03 2014
Ludovico Santos

parabéns por esta bela mensagem, que o Senhor continue abençoando a sua vida!!!!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 28 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: